sábado, 8 de junho de 2013

História de dois Totós que se cacatucam #1

Esta história tem anos, acho que aconteceu na outra vida. Na vida onde não há tristezas, dor ou sofrimento. Naquela vida onde todos são príncipes e princesas. Só há felicidade. Felicidade. Felicidade daquela que irradia e contagia. Que parece tão fácil de obter. Que parece que nunca foi de outra forma. Felicidade que pertencia e que não tinha por onde fugir. E não tinha, é verdade. Porque a felicidade foi real, na outra vida, mas real. Foi deles, foi verdade e foi vivida intensamente. Pertenceu-lhes e por isso não fugiu. A felicidade ficou com eles, durante anos, na outra vida. No tempo onde todos eram príncipes e princesas. Esse tempo longínquo onde a felicidade parece (só parece) fácil.
Esta é a  minha história, a minha e daquele que viveu comigo na outra Era, a dos príncipes e princesas. Onde   eu era a Princesa Cacatua Tete e ele o Príncipe Cacatuo Toto.
Como Cacatuas que éramos, fomos livres e voamos. Voamos para longe. longe de nós e do outro mundo onde tudo era mais difícil. Porque neste mundo tínhamos nos um ao outro e por isso era fácil (só mais tarde soubemos). Mas muitas vezes, voamos só em sonhos. Sonhos, que tal como nós eram cheios de cores intensas e variadas. Quase pareciam ter sabor, cheiro. Quase palpável de tão real que nos parecia. E assim, de sonho em sonho fomos voando e amando. Voamos e descobrimos novos horizontes, novos cheiros e sabores, novas paisagens. Deixamos as nossas pegadas nos céus que percorremos e marcamos aqueles que por nós passaram porque nunca antes tinha sido visto um casal de Cacatuas Totós.
Voamos, um com o outro, um pelo outro, um para o outro. Parecia fácil voar, era só sonhar. Era só falar em sonhar. Mas não foi assim tão fácil. No céu há tempestades, ventos que contrariam o caminho. Mas que nunca contrariam a vontade de voar e amar.
Mas o que interessa é que a felicidade foi deles. Pertenceu-lhes e por isso não fugiu.

Cacatua

*não sei se o Cacatuco soubesse que assim lhe chamo se passava ou se desmancha a rir. Provavelmente a segunda ou não fosse ele Totó de riso fácil.
** Esta foi uma espécie de introdução à nossa história. Mais "episódios" mais claros vão ser escritos.

1 comentário:

Cacatuquem praí :)